Agende sua consulta

Olá Cliente Nome!

Obrigado por entrar em contato com a Clínica Henrique Elkis, sua solicitação de agendamento de consulta foi recebida com sucesso.

Sua consulta ainda não foi confirmada, por favor aguarde que retornaremos o contato para confirmar os seus dados e a data da consulta.

Em caso de dúvidas ligue para:
11. 2165-2480

Atenciosamente,

Clínica Henrique Elkis



Por que as mulheres
têm mioma?

A causa de surgimento do mioma (ou mioma uterino)
é desconhecida, mas sabe-se que seu crescimento
depende de fatores hormonais, diminuindo de tamanho
após a menopausa.

Envie suas dúvudas



Estudiosos acreditam que sua origem seja no miométrio, um músculo da parede do útero. Dr. Henrique Elkis explica que o mioma é um tumor benigno que raramente vai evoluir para um câncer ou outro tipo de doença. É composto basicamente de músculo e tecido e a maioria das mulheres que têm mioma não apresenta sinais do problema.




Tratamento de mioma

O tratamento do mioma deve ser individualizado e pode ser clínico, cirúrgico ou intervencionista.
Lembrando que o tratamento de mioma mais inovador e menos prejudicial para a mulher é a embolização uterina.

Dr. Henrique Elkis recomenda que você mantenha hábitos saudáveis para melhorar a condição do seu útero.


Quantas mulheres são afetadas pelo mioma?

Estima-se que entre 40% a 80% das mulheres na idade reprodutiva são portadoras de mioma e, destas, pelo menos um terço requer tratamento devido à presença de sintomas.


Em qual idade é mais comum o surgimento do mioma?

O mioma pode aparecer a partir da puberdade, mas as mulheres com idade entre 30 e 45 anos são mais propensas a desenvolver o mioma.


Onde o mioma se desenvolve na mulher?

O mioma surge no miométrio e pode crescer tanto dentro quanto fora do útero, além de apresentar diversas formas e tamanhos.


Qual perfil de mulheres apresenta maior incidência em desenvolver o mioma?

As estatísticas mostram que o mioma é mais comum em mulheres negras, naquelas que ainda não engravidaram e em mulheres que apresentam condições associadas a altos níveis de estrogênio no sangue.


Quais os principais sintomas das mulheres com mioma?

Se a mulher sentir dificuldade ou muita vontade de urinar, notar aumento do fluxo menstrual, apresentar prisão de ventre e dificuldade para engravidar, a causa pode ser o mioma.


Como é feito o diagnóstico?

O médico pode diagnosticar o mioma em um exame de rotina onde a paciente irá relatar os sintomas listados acima, apalpando a região do útero e na realização de exames de ultrassom e ressonância magnética.


O mioma deve ser sempre tratado?

Sim. Porém o mioma só deve ser tratado quando causa problemas para a mulher, isto é, quando provoca sintomas.


É possível as mulheres se prevenirem contra o mioma?

Infelizmente não existe uma fórmula de prevenção contra os miomas. A recomendação é manter o peso saudável, pois a gordura libera mais estrogênio no corpo o que facilita o surgimento dos miomas e exercitar-se, pois diminui a gordura localizada no corpo.


O tratamento de mioma pode ser realizado em qualquer idade?

Sim. O tratamento de mioma pode ser realizado em qualquer idade e imediatamente após ser identificado, levando sempre em consideração o tratamento mais conveniente.


Qual o tratamento menos prejudicial para o mioma?

O tratamento de mioma mais inovador e menos prejudicial para a mulher é a embolização uterina.

A técnica da embolização uterina é realizada sob anestesia local através da punção de uma artéria da virilha e com cateteres muito finos "entope-se" as artérias que irrigam o mioma com pequenas esferas.



Após dois ou três ciclos menstruais, a paciente passa a menstruar normalmente. Você precisará ficar internada apenas um dia, não há cortes ou cicatrizes e poderá voltar rapidamente às suas atividades. Outro benefício da embolização uterina é o fato de a função uterina ser mantida e a gravidez pós-embolização uterina ser hoje muito comum.




O mioma pode ser hereditário?

Sim. Se há histórico de casos de mioma na mãe e irmãs você pode ser uma forte candidata a desenvolver o mioma.




É possível que durante a gravidez o mioma apareça?

A associação entre mioma e gravidez ocorre em aproximadamente 0,13% a 7%. Nessa situação, o mioma pode determinar gravidez ectópica (quando o óvulo implanta em outro local que não a cavidade uterina), abortamento, parto prematuro, sangramento e dificuldades durante o parto. Cada caso deve ser analisado individualmente, para que se determine a necessidade de tratamento.

Recomendações:

De acordo com Dr. Henrique Elkis, a principal recomendação é que toda mulher consulte um médico que pedirá um histórico clínico completo, fará exame físico e solicitará ou revisará estudos complementares. Ao concluir que os sintomas são decorrentes da miomatose, o próximo passo é apresentar e discutir todas as opções terapêuticas disponíveis. Quando a paciente aceita realizar a embolização uterina, será necessário revisar os estudos laboratoriais e de imagem - que têm uma validade média de 30 dias - e então agendar a embolização.

Fontes Bibliográficas

ENVIE SUA DÚVIDA