Agende sua consulta

Olá Cliente Nome!

Obrigado por entrar em contato com a Clínica Henrique Elkis, sua solicitação de agendamento de consulta foi recebida com sucesso.

Sua consulta ainda não foi confirmada, por favor aguarde que retornaremos o contato para confirmar os seus dados e a data da consulta.

Em caso de dúvidas ligue para:
11. 2165-2480

Atenciosamente,

Clínica Henrique Elkis

Especialista
em Mioma

Mais simples do que você pode imaginar.

Envie suas dúvudas


Dr. Henrique Elkis é especialista em:

Estatísticas mostram que 40% a 80% das mulheres em idade reprodutiva são portadoras de mioma uterino e a incidência de miomas entre as brasileiras assusta os médicos.

Muitas mulheres se espantam quando recebem um diagnóstico de miomas, porque imaginam que eles se desenvolverão para um tumor maligno.

Não há motivo para tal preocupação. Miomas são tumores uterinos que nascem benignos e que na maioria dos casos morrem benignos. Podem aparecer em vários locais do útero e variar de tamanho, provocar ou não sintomas e exigir acompanhamento clínico ou intervenção cirúrgica.

O tratamento do mioma é determinado pelo médico de acordo com o diagnóstico, como o tamanho do mioma, a quantidade, a sua localização no útero, a idade da paciente, os seus planos em relação à maternidade, entre outros aspectos. Infelizmente, a retirada do útero ainda continua sendo o procedimento mais indicado em alguns casos.

“O objetivo deve ser sempre a busca pela intervenção menos invasiva, preservando a cavidade uterina, e com menos efeitos colaterais, até porque as mulheres estão gerando filhos cada vez mais tarde”
Explica Dr. Henrique Elkis, médico especialista em mioma.

Neste sentido, a Embolização Uterina é a técnica mais avançada da Medicina Radiologia Intervencionista, que trata os miomas sem a retirada do útero, proporcionando mais saúde e preservando a fertilidade das mulheres, aumentando as chances de engravidar em mais de 30%. É um procedimento autorizado pelo Ministério da Saúde, tem baixo risco e exige o mínimo de internação, sendo que na maioria das vezes a paciente tem alta no mesmo dia e pode voltar às atividades normais entre três e sete dias.

A técnica da radiologia intervencionista é realizada por meio de uma injeção de minúsculas partículas esféricas, que bloqueiam o fluxo sanguíneo que alimenta o mioma, fazendo-o regredir. O grau de sucesso é de 85 a 95% dos casos. Infelizmente, o principal vilão das mulheres que recebem o diagnóstico de mioma são elas mesmas, já que não consultam seu médico com regularidade - pelo menos uma vez por ano.

Dr. Henrique Elkis possui um vasto conhecimento acadêmico e reconhecimento internacional na área, sendo autor de vários capítulos de livros especializados na sua área de atuação e no atendimento a estrangeiros. Sua vasta experiência contribui para que Dr. Henrique Elkis seja procurado com frequência pela mídia para ser fonte em matérias de sua especialidade.
Jornal Hoje em dia - 10/05/2011
O mioma surge a partir de uma célula muscular do útero que cresce desproporcionalmente e se apresenta de vários tamanhos diferentes.
Veja na reportagem o que especialistas falam sobre os sintomas, seus perigos e como ele pode ser curado.


Dr. Henrique Elkis é diretor e membro titular, do Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR) e da Sociedade Européia de Cardiologia e Radiologia Intervencionista. Possui também especialidades em Radiologista Intervencionista, em Embolização de Miomas Uterinos, Quimioembolização Hepática, Aneurismas de Aorta, Varicocele, Infertilidade Masculina e Hipertensão Arterial.

Já foi premiado na categoria "Medicina Clínica" do Prêmio Professor Eric Roger Wroclawski, com o trabalho científico Unidade de Radiologia Intervencionista Móvel Inovação e Responsabilidade Social, do Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, em 2009.

Dr. Henrique Elkis fez residência médica em Cirurgia Geral e especializou-se em Radiologia Intervencionista.
Entre 2003 e 2004 esteve na cidade de Valência, na Espanha, ao lado do Profº Dr. José Martinez, chefe do serviço de radiologia intervencionista do Hospital Universitário Dr. Peset e chefe do Hospital Universitário La Fe, o maior da Europa, onde trabalhou durante um ano.

Recomendações:

De acordo com Dr. Henrique Elkis, a principal recomendação é que toda mulher consulte um médico que pedirá um histórico clínico completo, fará exame físico e solicitará ou revisará estudos complementares. Ao concluir que os sintomas são decorrentes da miomatose, o próximo passo é apresentar e discutir todas as opções terapêuticas disponíveis. Quando a paciente aceita realizar a embolização uterina, será necessário revisar os estudos laboratoriais e de imagem - que têm uma validade média de 30 dias - e então agendar a embolização.

Fontes Bibliográficas

ENVIE SUA DÚVIDA